LIMPEZA DE PELE PROFUNDA

A pele é o maior órgão do corpo humano e também exige certos cuidados. Muitas pessoas desejam uma pele saudável, mas esquecem que, além da dedicação diária, o acompanhamento profissional é indispensável. 

Por mais que existam inúmeros cosméticos excelentes no mercado, uma limpeza de pele feita em casa nunca substitui o tratamento médico. Afinal, a limpeza com o dermatologista age em uma profundidade que não conseguimos alcançar sozinhos. 

A limpeza profunda é um procedimento usado para desobstruir poros, remover acnes, comedões (cravos) e miliuns. Além disso, o tratamento ajuda a controlar a oleosidade – no entanto, não é apenas a pele oleosa que precisa passar pelo procedimento. Ele é indicado para todos os tipos de pele. 

O aconselhável é integrar o tratamento dermatológico com os cuidados pessoais. Ao fazer o procedimento com o profissional, além da remoção de impurezas, sua pele recebe uma série de cuidados, como a esfoliação e aplicação de dermocosméticos.

Para quem a limpeza de pele é indicada?

É normal associarmos o aparecimento de espinhas e cravos com a puberdade, certo? Acontece que essas inflamações não são exclusividade de adolescentes. Em muitas pessoas, elas podem acontecer a vida toda. 

Além disso, todos estamos diariamente expostos à diversos fatores como poluição, variações climáticas, alterações hormonais e outros hábitos prejudiciais. 

Por esses motivos, a limpeza profunda torna-se um procedimento estético essencial para melhorar a nossa saúde e aparência. E é recomendado para pessoas de todos os tipos de pele. 

Uma pele mais seca tem a vantagem de optar por sessões de limpezas profissionais mais espaçadas, mas ainda é necessário. Já para peles mistas e oleosas, o tratamento é imprescindível devido ao excesso de sebo. 

Quem deseja iniciar outros tratamentos estéticos, como um peeling, deve fazer uma limpeza para potencializar o resultado do procedimento. 

Um dos maiores benefícios da limpeza profissional é a desobstrução dos poros, deixando a pele apta a absorver melhor os ativos dos produtos.

Em quais partes do corpo o procedimento pode ser feito?

A maioria dos pacientes procuram a limpeza de pele para o rosto, mas você pode optar por outras áreas. Em geral, a face é a parte que mais sofre com oleosidade, porém a produção excessiva de sebo pode aparecer também nas costas, peito e no colo.

Como funciona uma limpeza de pele profunda?

Independente da região em que a limpeza de pele será feita, o ideal é que seja realizado em clínicas com a presença de um profissional habilitado – seja um esteticista ou dermatologista. 

O procedimento segue alguns passos padrões:

Assepsia

A primeira etapa é a higienização da área tratada. Nessa fase, dermocosméticos são usados para retirar toda a impureza superficial. Os produtos usados são loções desengordurantes e antissepsias, e é importante garantir que eles sejam indicados para seu tipo de pele, potencializando o resultado final.

Esfoliação

A esfoliação, um procedimento muito conhecido entre as mulheres, é a segunda fase da limpeza profunda da pele. Ela serve para afinar e retirar as células mortas da região. 

Antes de aplicar os produtos abrasivos, no entanto, a pele deve ser exposta ao vapor d’água para abrir os poros. O procedimento deve ser feito com delicadeza e movimentos suaves – jamais com o uso de força! 

Extração

A etapa de extração é a mais importante – e longa – do tratamento. Depois de ficar encoberta de emoliente, o profissional começa a retirar manualmente comedões e espinhas. 

Também pode ser associado o uso de um aparelho conhecido como extrator, que ajudará a atingir as impurezas mais profundas. 

Já os miliuns (cistos causados pelo entupimento de glândulas sebáceas) exigem mais atenção: uma micro agulha estéril perfura e possibilita a extração. 

Um aparelho de alta frequência também pode ser usado como anti-inflamatório para as microlesões que a extração causa. Apesar de ser um procedimento tranquilo e sem grandes incômodos, a limpeza de pele acaba causando vermelhidão e pequenos ferimentos na área tratada. A alta frequência atua como cicatrizante. 

Máscara

Por último, mas igualmente importante, o profissional finaliza a sessão com uma máscara (peeling) para acalmar e hidratar a pele. O ativo deve agir de dez a vinte minutos após todas as etapas da limpeza profunda. 

Também é fundamental a aplicação de filtro solar, uma vez que o procedimento deixa a pele tratada sensível. Ele irá agir como um impedidor para manchas, queimaduras ou irritações.

Contra indicações da limpeza profunda

Apesar de ser um procedimento indicado para todo tipo de pele, existem sim momentos em que o tratamento não é mais recomendado. 

Se sua pele é naturalmente mais sensível e pode ficar vermelha ou irritada com facilidade, o ideal é uma consulta prévia para avaliar se a limpeza profunda deve ou não ser feita. 

Quem passou por um bronzeamento recente também deve esperar um tempo antes de fazer o tratamento. Nesse caso, a pele encontra-se em um estado mais frágil e pode ser que ativos mais fortes causem manchas. 

Mulheres grávidas podem fazer a limpeza, mas é necessário ficar atento aos produtos químicos utilizados. Gestantes são mais propícias a desenvolver manchas e irritações. 

Para confirmar se o procedimento é indicado para você, agende uma consulta médica. Um dermatologista é o profissional ideal para avaliar seu tipo de pele e escolher os produtos corretos.

Cuidados após limpeza profunda

Um sintoma comum após a limpeza de pele é a sensibilidade. Em sua maioria, os pacientes levam cerca de 48 horas para se recuperar. Nesse período, a pele fica propensa a irritar, por isso alguns cuidados iniciais devem ser tomados: 

  • Evitar o uso de cosméticos como maquiagem durante os dois primeiros dias; 
  • Não ficar exposto ao sol; 
  • Aplicar protetor solar com fator igual ou superior a 30; 
  • Não esfoliar a região tratada na primeira semana. 

Além disso, para que o efeito da limpeza de pele seja mais duradouro é necessário conciliar o tratamento com uma rotina de cuidados diários. O dermatologista, após o procedimento, irá orientá-lo sobre o que deve ser feito ou evitado para o seu tipo de pele. 

Vale lembrar que apenas uma sessão de limpeza profunda não vai trazer resultados milagrosos. Para perceber diferenças na sua pele, o procedimento deve ser feito com regularidade. Por isso, minha dica é que você encontre o profissional adequado para atendê-lo. 

Para agendar uma limpeza de pele profunda, clique aqui. Este conteúdo é para trazer informações básicas sobre o procedimento, para esclarecer outras dúvidas marque uma consulta comigo. 

 

Abraços! 

Dr. Fábio Gontijo

Agende sua consulta:

CONTATOS

(31) 3283 9996

atendimento@fabiogontijo.com.br

Av. do Contorno 4747, 13° andar, salas 1314 / 1315 / 1316
Funcionários, Complexo LifeCenter, Belo Horizonte – MG

Fábio Gontijo - Doctoralia.com.br
©2020 Todos os direitos reservados.