MASSAGEM REDUTORA

Quem nunca desejou uma massagem em momentos de estresse? E se, além de relaxar, ela ainda ajudasse a melhorar o funcionamento do organismo? Essa é uma das formas de terapia mais antigas do mundo, e seus benefícios vão além da sensação de bem-estar. 

Hoje, um dos procedimentos estéticos mais famosos é a massagem redutora, e o motivo é simples: ela oferece vantagens além do alívio muscular. Você pode melhorar a circulação, evitar o uso de medicamentos e, especialmente, reduzir medidas. 

Apesar de ser um tratamento muito procurado, algumas pessoas ainda têm dúvidas sobre qual técnica escolher e quantas sessões realizar. Veja agora algumas informações sobre a massagem redutora e confirme se ela é indicada para sua necessidade.

O que é a massagem redutora?

Como o nome diz, a massagem redutora é um tratamento terapêutico que ajuda na redução de medidas. Ela age no organismo, devido aos movimentos realizados, desobstruindo os gânglios e melhorando a circulação sanguínea. 

O procedimento não emagrece, o que acontece é a reorganização das gorduras corporais, oferecendo uma sensação de perda de peso. A massagem redutora é uma alternativa para quem quer melhorar a aparência visual, mas sem esperar diferenças drásticas na balança. 

Quando aliado à outros hábitos como reeducação alimentar e exercícios físicos, a massagem pode acelerar os resultados – sejam eles estéticos ou de saúde. Isso acontece pois, durante as sessões, o sistema circulatório é muito estimulado.

Como funciona a massagem redutora?

A sessão de massagem redutora dura cerca de quarenta minutos, podendo variar conforme a área tratada e o profissional escolhido

Normalmente, é aplicado um creme na região para facilitar o deslizamento das mãos pelo corpo. Esses cosméticos, em sua maioria, possuem propriedades drenantes e termoativados. Então, é comum que a região se aqueça durante a sessão, o que auxilia no aumento da circulação sanguínea. 

Os movimentos de uma massagem redutora são firmes de deslizamento e amassamento da pele. O intuito dessa técnica é atingir até a camada muscular mais profunda, e redirecionar o tecido adiposo. 

Em áreas específicas, o profissional pode usar acessórios e aparelhos para potencializar a ação da massagem. Por isso, é comum que o paciente sinta incômodos durante as sessões, devido ao atrito forte. 

Apesar disso, o aparecimento de hematomas não é um sintoma normal, e deve ser investigado caso apareça (pode ser que o massagista tenha exagerado na força ou ainda não tenha a técnica certa, o ideal é escolher um bom profissional). 

Entre os benefícios da massagem redutora, estão: 

  • o auxílio na redução de medidas; 
  • aumento da oxigenação nas áreas realizadas; 
  • melhora do aspecto das celulites
  • diminuição do inchaço por retenção de líquidos; 
  • relaxamento a paciente.

Massagem redutora é dolorida?

Nem sempre as massagens são momentos apenas de conforto. Em muitos casos como na massagem redutora ou modeladora, a manobra corporal pode incomodar. Principalmente quando o paciente não está acostumado à esse tipo de estímulo. 

Quem é naturalmente mais sensível, pode sentir doer alguns pontos após a sessão. Mas, ainda assim, a massagem redutora não pode ser considerada um tratamento extremamente doloroso, uma vez que a maioria dos pacientes não sofrem com esse problema. 

E é preciso ficar atento ao aparecimento de hematomas: caso a área massageada fique “roxa”, isso significa que foi usada mais força do que o necessário, e algum vaso sanguíneo pode ter se rompido. 

Como potencializar o efeito da massagem redutora?

É importante frisar que a massagem redutora não emagrece ou causa a perda de gordura apenas com a manipulação do corpo. As mudanças acontecem superficialmente no contorno corporal, a menos que você alie outros procedimentos e práticas. 

Um tratamento multidisciplinar é o mais indicado para que o acúmulo de peso seja solucionado. Mudanças na alimentação, prática de exercícios, acompanhamento médico para investigar disfunções é fundamental. 

Além disso, a regularidade da massagem redutora também pode influenciar no resultado final. Uma única sessão não surte efeito, o ideal é manter regularidade no acompanhamento profissional.

Quando os resultados começam a aparecer?

Caso seu organismo responda bem ao tratamento, após a primeira sessão já é possível notar melhorias. Ainda assim, não deixe-se levar por pequenas modificações: caso você não seja constante, o resultado não perdura. 

De início, a quantidade de medidas perdidas com a massagem redutora não pode ser determinado. Cada organismo responde de uma maneira ao procedimento, e outros fatores podem influenciar. 

O ideal é completar entre oito a doze sessões, com intervalo de uma semana. No entanto, para manter o resultado, o tratamento deve ser continuado com intervalos maiores. 

A interrupção total das massagens redutoras pode levar a região tratada à estaca zero, principalmente se não houver mudanças de hábitos. Nesse caso, é necessária uma nova série de sessões. 

Se você deseja começar um tratamento de massagem redutora, marque um horário comigo. Iremos, juntos, estudar seu quadro e esclarecer dúvidas. 

Você também pode acompanhar mais conteúdos por aqui, é só entrar no blog para conferir os artigos especiais que preparei para você. Além de aprender sobre outros procedimentos estéticos, você encontra dicas úteis para o dia a dia. Espero você lá! 

 

Abraços, 

Dr. Fábio Gontijo.

Agende sua consulta:

CONTATOS

(31) 3283 9996

atendimento@fabiogontijo.com.br

Av. do Contorno 4747, 13° andar, salas 1314 / 1315 / 1316
Funcionários, Complexo LifeCenter, Belo Horizonte – MG

Fábio Gontijo - Doctoralia.com.br
©2020 Todos os direitos reservados.