SUOR EXCESSIVO - HIPERIDROSE

A transpiração excessiva pode ser causada por uma condição chamada hiperidrose. Quando ela se concentra em apenas um local do corpo, recebe o nome de hiperidrose focal. Ela é mais frequente nas palmas das mãos, solas dos pés, axilas e rosto. A causa desse tipo de hiperidrose primária é desconhecida, mas a sua ocorrência está associada a fatores como ansiedade e estresse. 

Já a hiperidrose secundária costuma ser generalizada e pode ser causada por diversas doenças pelas seguintes doenças de fundo neurológico, metabólico ou hormonal.

Sinais e sintomas de Hiperidrose

Na Hiperidrose, ocorre suor excessivo em todo o corpo ou em áreas localizadas, dependendo do tipo:

Hiperidrose primária focal

Surge na infância ou adolescência como suor excessivo e simétrico em áreas localizadas do corpo (mãos, pés, axilas ou rosto). Geralmente mais de um membro da mesma família é afetado. Curiosidade: não ocorre sudorese excessiva durante o sono.

Hiperidrose secundária

Geralmente surge em adultos e é causada por doenças sistêmicas ou uso de medicamentos. Os pacientes apresentam sudorese excessiva em todo o corpo ou em áreas incomuns, inclusive durante o sono.

Algumas causas de hiperidrose secundária:

  • Menopausa;
  • câncer;
  • doenças cardíacas;
  • diabetes;
  • hipertireoidismo;
  • acromegalia;
  • doença de Parkinson;
  • tuberculose e outras infecções.

Diagnóstico

Para avaliar as áreas acometidas é utilizado o teste do amido-iodo: aplica-se uma solução de iodo nas áreas suspeitas e, depois de seco, o amido é polvilhado na região. A transpiração é então estimulada com medicamentos ou exercícios, por exemplo.  

Nos locais com excesso de suor, a coloração fica azul escuro.

Tratamento da hiperidrose

O tratamento da hiperidrose secundária consiste em identificar e tratar a causa.    No caso da hiperidrose primária, existem algumas opções disponíveis:  
  • uso de antitranspirantes: produtos a base de sais de alumínio ou zinco que reduzem a produção de suor por meio da obstrução dos ductos das glândulas sudoríparas.
  • medicamentos: anticolinérgicos orais como o glicopirrolato e a oxibutinina.
  • Iontoforese: procedimento que usa uma corrente elétrica para inativar temporariamente as glândulas sudoríparas. São necessárias várias sessões para atingir os objetivos desejados.
  • Toxina botulínica: bloqueia a sudorese na área de aplicação.
  • Simpatectomia torácica: reservada para os casos de hiperidrose palmar e plantar que não respondem aos outros tratamentos. O procedimento consiste na retirada cirúrgica da cadeia simpática e atualmente é realizada por videotoracoscopia.
  • Retirada cirúrgica das glândulas sudoríparas: reservada para casos de hiperidrose axilar que não respondem aos outros tratamentos.

Perguntas frequentes

Quais as causas do suor excessivo?

Uma transpiração excessiva pode ser causada pela hiperidrose, que é uma condição geralmente associada a fatores emocionais. Porém, ela também pode indicar uma doença sistêmica, neurológica, metabólica ou hormonal.

Como tratar o suor excessivo?

Na hiperidrose primária, podem ser indicados os seguintes tratamentos:

  • medicamentos orais;
  • iontoforese;
  • toxina botulínica;
  • cirurgia.

Qual o melhor antitranspirante para quem tem hiperidrose?

Os antitranspirantes disponíveis no Brasil para tratar a hiperidrose são o Perspirex (roll on) e o Driclor (roll on). Ambos possuem como princÍpio ativo o cloreto de alumínio.

Que médico cuida do suor excessivo?

Dependendo do tipo de tratamento indicado, a hiperidrose pode ser tratada por dermatologistas, endocrinologistas ou cirurgiões.

Como é a aplicação da toxina botulínica nas axilas?

Inicialmente, aplicamos uma pomada anestésica para que o paciente não sinta desconforto durante a aplicação. Em alguns casos, indicamos a realização de testes para verificar a região com maior quantidade de suor e, somente então, realizamos a aplicação com agulhas ultrafinas.

Quanto tempo dura a toxina botulínica nas axilas?

Em geral, indicamos a aplicação de 6/6 meses, apesar de os efeitos poderem durar mais tempo em alguns pacientes.

Agende sua consulta:

CONTATOS

(31) 3283 9996

atendimento@fabiogontijo.com.br

Av. do Contorno 4747, 13° andar, salas 1314 / 1315 / 1316
Funcionários, Complexo LifeCenter, Belo Horizonte – MG

Fábio Gontijo - Doctoralia.com.br
©2020 Todos os direitos reservados.