Você sabia que a nossa pele é 10 vezes mais fina e frágil ao redor dos olhos? Isso acontece porque essa região, constantemente utilizada por nós ao rir, chorar e até mesmo piscar, quase não tem glândulas sebáceas. Isso significa, basicamente, que ela precisa de um pouco mais de hidratação do que o restante do corpo.

Agora, some tudo isso ao fato de que, ao longo dos anos, a tendência é que nossa pele perca um pouco de sua elasticidade. Não é de se admirar, então, que os “pés de galinha” sejam um dos primeiros sinais de envelhecimento.

A boa notícia é que, com os cuidados corretos, é possível se prevenir dessas linhas de expressão e, dependendo do caso, até mesmo se livrar delas. Para saber como alcançar esse resultado, continue comigo!

Como se livrar dos “pés de galinha”?

Tudo depende da profundidade e do nível dessas linhas e, claro, dos objetivos do paciente. A verdade é que existem diversas maneiras de se tratar os “pés de galinha”, sendo as mais comuns:

1. Toxina botulínica

Como não poderia deixar de ser, a principal arma no tratamento desse tipo de ruga é a toxina botulínica. Ao paralisar a contração muscular no local da aplicação, ela suaviza as marcas de expressão.

E o tratamento com toxina botulínica tem um benefício adicional: eleva a cauda dos supercílios e promove um aspecto mais jovial e sofisticado ao rosto.

Para saber tudo sobre a aplicação de toxina botulínica, leia:
TOXINA BOTULÍNICA: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O ASSUNTO

2. Peeling químico

Os peelings químicos, aqui, têm a função de estimular a regeneração das células da pele, amenizando as marquinhas já existentes e reduzindo o aparecimento de novos sinais de envelhecimento.

Porém, é importante saber que eles não são tão eficientes quando o objetivo é tratar rugas profundas e permanentes, ou reduzir a flacidez da pele.

Para saber todos os detalhes sobre esse procedimento, é só clicar no link abaixo:

Peeling químico: o que é e como funciona?

3. Preenchimento com ácido hialurônico

O preenchimento é uma boa alternativa para quem deseja amenizar os “pés de galinha” porque, ao ser injetado, o ácido hialurônico preenche os vincos indesejados, dando ao rosto uma aparência mais jovial. Além disso, o procedimento é minimamente invasivo, temporários e, caso o paciente não goste do resultado, reversível.

Para saber todos os detalhes sobre esse tipo de procedimento, basta clicar no link abaixo:

Preenchimento com ácido hialurônico: tudo que você precisa saber

4. Microdermoabrasão

É um procedimento popular, minimamente invasivo e excelente para regiões sensíveis. Funciona assim: uma esfoliação mecânica da pele é feita (com pequenos cristais) para eliminar as células mortas e opacas de sua superfície e promover a circulação do sangue na região aplicada, fazendo com que ela se regenere mais rápido.

Com o tempo, as linhas de expressão se tornam significativamente mais discretas, principalmente pelo fato de a pele sempre estar se regenerando nessa área de forma segura, saudável e constante.

5. Laser

Os lasers fracionados são uma opção muito popular entre as pessoas que desejam se livrar das linhas ao redor dos olhos. Existem vários tipos de tratamento que utilizam essa ferramenta como principal forma de estimular a produção de colágeno e elastina na pele, tornando-a mais firme e viçosa. O mais comum é o tratamento com o laser de CO2 e o de Erbium Yag.

6. Microagulhamento

O microagulhamento (Dermaroller) , como o próprio nome indica, utiliza pequenas agulhas para fazer orifícios microscópicos na pele. Isso estimula a produção de colágeno, melhorando a aparência das linhas de expressão e, claro, da textura da cútis de uma forma geral.

Para saber mais sobre esse tipo de procedimento, leia meu artigo inteiramente dedicado ao assunto. Para acessá-lo, é só clicar no link abaixo:

Microagulhamento com Dermaroller: o que você precisa saber?

E por fim: como prevenir ao máximo os pés de galinha?

Reduzir as rugas ao redor dos olhos pode ser incrivelmente fácil. O segredo é começar cedo e, claro, consultar-se com um dermatologista para saber quais são as melhores opções para o seu tipo de pele.

Contudo, não há mistério. Se você mantiver uma boa rotina de cuidados com a pele e ajustar o seu estilo de vida para protegê-la, o resto se faz sozinho! Para saber como fazer isso, é só conferir as dicas abaixo;

  • evite se expor muito ao sol – os raios ultravioleta são a causa número um das rugas. Por isso, evite ficar longos períodos exposta(o) ao sol das 10h às 15h e, claro, nunca se esqueça de usar o filtro solar.
  • Aposte em cremes para a região dos olhos – por ser uma região delicada, ela precisa de cuidados extras. Usar um creme apropriado para essa área e que tenha ingredientes antienvelhecimento como o ácido hialurônico, por exemplo, pode ajudar a reduzir visivelmente os “pés de galinha”.
  • Mantenha o básico do skincare em dia – sim, isso significa obedecer aos 3 passos de praxe (limpeza, hidratação e proteção solar).
  • NUNCA durma com a maquiagem no rosto e sempre o lave antes de dormir (afinal, ao longo do dia, entramos em contato com diversos fatores poluentes como poluição, suor, etc).

No mais, mantenha suas consultas com o dermatologista em dia, cuide-se e até a próxima!

E aí, você quer cuidar da sua pele? Basta marcar uma consulta comigo clicando aqui que, juntos, vamos encontrar a melhor forma, combinado?

Categorias: Dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *